Portal da Cidade Cianorte

Eleições 2020

Executivo e Legislativo seguem ritmo de mudança em Cianorte

Dos 10 vereadores, 4 não participaram da reeleição, 4 não conseguiram se reeleger ficando apenas dois para os próximos quatro anos.

Postado em 16/11/2020 às 19:26 |

Prefeito e vice prefeito eleito pela coligação A mudança é agora, com esposa e filhos, indo para votação (Foto: Leandro Silva )

Eleições em Cianorte dão um grande recado de mudança, onde além da mais expressiva diferença entre o 1º e os demais concorrentes ao executivo de todos os tempos, com quase 17 mil votos de diferença, oito novos vereadores assumiram no dia 01 de janeiro/2021 um lugar no legislativo municipal. 

As pesquisas realizadas e divulgadas pela Tribuna de Cianorte, se confirmaram nas urnas, com o candidato eleito Marco Franzato fazendo 26.007 votos (63.11%), contra 9.093 (22,07%) de Eliab Moreno, 5.108 (12,40%) de Victor Hugo Davanço, 659 votos (1,60%) Professor Domingos, e 339 votos (0,82%) Carlos Destefano. 

Pesquisa anunciava no dia 12/11 uma vantagem de Marco Franzato de 61,4% contra 19,8%. Números se confirmaram dentro da margem de erro, contando 4 pontos para mais ou para menos. 

O desejo de mudança explorado em todo período eleitoral, pelos candidatos de oposição, que tomou conta dos votos para Câmara de Vereadores, dos 10 parlamentares, quatro não disputaram a reeleição. Os vereadores Natal Reis e Santina Buzo, não fizeram parte do pleito, o vereador Victor Hugo disputou a eleição para prefeito e João Alexandre foi o vice prefeito eleito com Marco Franzato. 

Somente os vereadores (as) Márcia (Irmã do Serginho), a segunda mais votada com 1.374 votos, e Adailson Ignácio (Dadá) em sétimo com 835 votos, foram reconduzidos ao cargo de vereador.

Marcão da Madeforte (Solidariedade) foi o vereador mais votado, em sua primeira eleição, com 1.415 votos. E nomes novos como de Rodrigo Enfermeiro (PSD), o terceiro mais votado com 1.205 votos, e Thiago Fontes (PFL) o quarto mais votado com 1.129 votos, Tuika (PV) 934 votos, e Afonso Lima (Rede) 905 votos, deram o tom da mudança na Câmara Municipal de Cianorte.

Os vereadores Silvio do Pátio (Podemos) com 690 votos,  Sérgio Mendes (PSDB) com 572 votos, Dirceu Manfrinato (PSD) 380 votos e Zezão do Planalto (PSD) 243 votos não foram reeleitos.  

A força da nova legislação eleitoral, que não permite coligação entre os partidos políticos na disputa proporcional (Entre vereadores), obrigou cada agremiação partidária se organizar em suas próprias legendas, onde nenhum voto é perdido e independente de atingir o cociente eleitoral os partidos ainda disputam a melhor sobra. Foi o que aconteceu com os candidatos eleitos Pastor Dejair (PSD) 520 votos, e Wilson Pedrão (Republicanos) com 414 votos, serem eleitos. 

A força do Partido em grupo, venceu candidatos como Beto Nabhan (PSDB) com 1.074 votos, Neuza Casassa (Podemos), entre outros, que embora tenham tido mais votos, naão foram suficiente, no primeiro caso para ficar com a melhor sobra de votos, e no segundo para fazer a segunda cadeira dentro da mesma legenda.  

Para ver o resultado completo com todos os candidatos que disputaram a eleição em Cianorte, clique AQUI. 

Fonte:

Deixe seu comentário