Portal da Cidade Cianorte

Má fé

Golpe do "Cartão de Crédito" vem sendo realizado em Cianorte

Uma pessoa na cidade já teria sido fraudada em R$ 10.000 mil reais com o golpe

Postado em 10/08/2020 às 08:53 |

(Foto: Reprodução )

Nos últimos dias mais de uma pessoas em Cianorte, foi abordada via telefone, sobre uma possível compra de Televisor realizada pela internet, segundo a ligação, como a compra não foi feita pelo proprietário do cartão é necessário que o cliente passe a senha, data de nascimento entre outras informações pessoais, para que o procedimento de segurança seja acionado, enquanto "alguém do banco" vai até sua casa para pegar o cartão clonado, enquanto isso o golpe é efetivado.

De posse dessas informações a quadrilha realiza compras de produtos pela internet, normalmente envolvendo grandes quantias, o que tem resultado em um grande prejuízo para a pessoa fraudada. "Ele deu essas informações e já gastaram R$ 10.000, e somente quando  a plataforma de negócios Submarino ligou para confirmar uma compra, é que foi possível descobrir que tudo não passava de um golpe", diz uma das pessoas fraudadas, que preferiu se manter no anonimato. 

Segundo informações obtidas junto as instituições bancárias, o "Modus Operandi" da ação acontece da seguinte maneira: Eles ligam para confirmar uma possível compra de TV em Goiás. A pessoa diz que não está comprando nada, aí o golpista diz que o cartão foi clonado e tem alguém tentando usá-lo. Para impedir que a fraude aconteça, o golpista diz que é necessário que o cliente confirme os dados do cartão, assim como senha e outras informações pessoais. Na inocência a pessoa passa essas informações.

Para tranquilizar a vitima, o suposto funcionário do banco, afirma que alguém vai até sua casa para buscar o cartão clonado, e iniciar o procedimento de praxe. Isso serve para terem tempo hábil de efetuar as transações financeiras desejadas, como várias compras pela internet.

A orientação é quando acontecer esse tipo de abordagem a pessoa prontamente procure a policia, e faça uma denúncia. Em caso de dúvida procure pessoalmente sua agência bancária e converse com o gerente responsável pela sua conta. 

(Foto: Divulgação)

Fonte:

Deixe seu comentário