Portal da Cidade Cianorte

Verão Maior

Resgate com aeronave salva vidas no Litoral do Paraná

Uma mulher de 65 anos foi resgatada com sinais de desidratação há dois dias com quadro grave de insuficiência respiratória.

Postado em 30/12/2019 às 06:28

Entre os casos, registrados do dia 21 ao dia 28 deste mês, está o resgate de uma passageira de um navio na Ilha do Mel. (Foto: Agência Estadual de Notícias)

O uso do helicóptero Falcão 03 do Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA), do Governo do Estado, salvou 13 vidas no Litoral do Paraná em sete dias, desde o início da Operação Verão Maior. Entre os casos, registrados do dia 21 ao dia 28 deste mês, está o resgate de uma passageira de um navio na Ilha do Mel, na tarde da última sexta-feira (27).

A mulher de 65 anos apresentava sinais de desidratação há dois dias e foi resgatada com quadro grave por conta de uma insuficiência respiratório que já possuía.  

O helicóptero foi acionado pelo Corpo de Bombeiros e chegou ao local com o médico que fez o procedimento de entubar a vítima antes de enviá-la ao Hospital Regional do Litoral, em Paranaguá, onde segue internada aos cuidados intensivos dos médicos.  

"O processo todo levou cerca de oito minutos, o que contribuiu para salvar a vida da vítima", afirmou o capitão Juliano Zanuntini, comandante da aeronave no Litoral. "A travessia de lancha da Ilha do Mel até Paranaguá levaria cerca de 40 minutos, o que agravaria ainda mais o quadro da vítima", completou. 

De acordo com informações repassadas pelo Hospital Regional do Litoral, a família da vítima, que veio do Rio Grande do Sul, está fazendo o procedimento para a transferência dela para Porto Alegre, onde deve ir direto para a UTI. 

O navio de passageiros fazia a rota de Florianópolis (SC) a Santos (SP) e passou pelo Litoral do Paraná. No momento em que a vítima passou mal, o navio se encontrava nas proximidades da Ilha do Mel. Ela foi levada de lancha até o trapiche, onde a equipe do BPMOA a esperava para fazer o atendimento. 

VIDAS - Outro resgate realizado nesta sexta-feira foi o de um senhor que estava se afogando em Pontal do Sul. A vítima apresentava grau 4, com parada cardíaca, e o médico a bordo da aeronave conseguiu restabelecer a vida dele. A aeronave também o encaminhou para o Hospital Regional do Litoral. 

O capitão Zanuntini destaca que a presença de um médico na aeronave é um dos fatores primordiais para salvar vidas. 

"É de suma importância porque a equipe médica e a rapidez do deslocamento da aeronave aumentam a sobrevida da vítima quando ela é conduzida pela equipe do BPMOA até uma unidade de atendimento", disse. 

Desde o início da Operação Verão Maior, no dia 21 deste mês, a aeronave fez três buscas aquáticas, duas buscas terrestres, quatro remoções aeromédicas, três resgates aeromédicos e um salvamento aquático, quando o tripulante precisa pular na água para resgatar a vítima de afogamento.  



Fonte:

Deixe seu comentário